Praticando a Palavra

Praticando a Palavra

por Patrício Marcus

Líder do departamento de conselheiros e graduado no Rhema

Tenho pensado muito acerca do que tem acontecido no meio evangélico/cristão, o porquê que, infelizmente, o diabo tem atingido o povo de Deus, fazendo com que muitos irmãos caiam ou apostatem/abandonem a fé. Antigamente, quando me deparava com notícias de que alguém se desviou, casamentos acabaram, um líder caiu ou pessoas que há tanto tempo serviam ao Senhor, mas de repente, surgia a desagradável evidência do que já estava no interior (uns a curto, outros a médio e alguns a longo prazo), pensava eu que o motivo principal de tudo isso era a falta de alimento, raiz ou estrutura na Palavra, mas vi que na maioria dos casos, essas pessoas estavam ouvindo constantemente várias ministrações, trabalhando na obra e até indo pra igreja, enfim, envolvidos de certa forma com o Senhor. Porém, estudando a bíblia vi que esse não era o motivo real.
Quero destacar duas passagens bíblicas que me levam a ver que não é só a questão do ouvir, trabalhar ou ir pra igreja que nos sustenta (deixando claro que não quero diminuir a importância de tudo isso, é sim essencial a prática de ouvir a Palavra, servir no corpo de Cristo e congregar) e sim o ato de praticar tudo aquilo que temos ouvido e estudado na Palavra. A primeira está registrada no evangelho segundo Mateus 7:24-27, que fala sobre os dois fundamentos, o próprio Jesus diz: “…todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica…”; veja que o ouvir é importante, a fé vem pelo ouvir, e o ouvir a palavra de Deus, mas depois de ouvirmos, temos algo a fazer, que é praticar as instruções que são passadas pra nós pelo Senhor, como mostra o texto, a falta de prática vai levar nossa casa (vida) a ruína, o contrário também é verdade, quando ouvimos e praticamos não seremos abalados, pois nossa vida estará sendo construída sobre a rocha, que é Cristo. O segundo texto está na carta escrita por Tiago, no capitulo 1, versículos do 22 ao 25, o autor também nos aconselha a não sermos ouvintes negligentes e sim operosos praticantes, para que sejamos bem aventurados no que formos realizar. Gosto do exemplo que diz assim: não vai adiantar nada uma pessoa passar mais de oito anos estudando medicina, se formar, depois fazer um mestrado, em seguida virar um doutor, e não exercer a profissão, será totalmente perca de tempo.
Temos recebido uma boa Palavra, somos muito bem alimentados, Deus tem feito, como sempre, a parte d’Ele, todavia, os resultados em nossas vidas vão depender do quanto praticamos dessa Palavra, que é poderosa pra mudar nossa história. Sei que somos boas terras e que essas sementes vão brotar, crescer e frutificar, trinta, sessenta, cem vezes mais em todas as áreas das nossas vidas.
Sejam abençoados na prática da Palavra de Deus.

Fonte: verbodavida.com/cgdistrito

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

7